Se respirar… A técnica de Tiago Reis, do Vasco, o atacante que “fede a gol”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Tiago Reis precisou de apenas quatro toques na bola para fazer quatro gols pelo Vasco. Isso mesmo: um toque, um gol. Característica de centroavante artilheiro. Mas, o que explica a técnica do garoto para ser tão eficiente na área?

O zagueiro Werley resumiu de maneira diferente o dom de Tiago:

– Ele fede a gol (risos). Até no nosso treinamento 11 contra 0 (o time simula o jogo sem um adversário), o lateral cruza, o Bruno ou o Marrony cabeceia, bate na trave, no goleiro, e sobra para ele. Tem a sorte, mas também a qualidade do cara.

Tiago Reis comemora gol pelo Vasco sobre o Flamengo — Foto: André DurãoTiago Reis comemora gol pelo Vasco sobre o Flamengo — Foto: André Durão

Tiago Reis comemora gol pelo Vasco sobre o Flamengo — Foto: André Durão

Numa era escassa em centroavantes típicos, Tiago vem mostrando essas características. Contra o Resende, bastou um passo para trás para se livrar do marcador e ficar livre para completar o cruzamento de Marrony. Diante do Bangu, bom posicionamento para aproveitar rebote. Nos dois jogos seguintes, contra Bangu e Flamengo, duas cabeçadas certeiras.

Os números mostram grande eficiência nas finalizações. Nos quatro jogos como titular, Tiago fez um gol a cada 3,5 chutes. Se contar apenas os arremates no alvo, o aproveitamento é de 44,4% (veja as estatísticas na tabela abaixo).

Tiago Reis em quatro jogos como titular

Finalizações 14
Finalizações no alvo 9
Gols 4

Tiago Reis em seis jogos como profissional

Finalizações 17
Finalizações no alvo 11
Gols 4

Comparação com Ricardo Oliveira

O maior mérito de Tiago é conseguir despistar a marcação dentro da área. Ele não é um centroavante que gosta de sair da área e participa pouco da armação. Concentra-se mais no posicionamento.

– O Tiago tem uma característica parecida com a do Ricardo Oliveira. É muito difícil para o zagueiro. Ele não aceita marcação. Joga muito entre zagueiro e volante. É muito difícil marcar esse jogador. Puxa muito diagonais curtas, posiciona muito, sai do zagueiro para tabelar. Se ele mantiver essa humildade e esse profissionalismo, vai crescer muito – completou Werley.

A fama de Tiago começou no sub-20. Até hoje, é comum seus ex-companheiros de juniores comemorarem nas redes sociais quando o atacante faz um gol pelo Vasco. A mensagem em geral é a mesma: se houver uma bobeada, ele marca.

Fonte: G1

SOBRE NÓS

Fomos muito além da notícia e criamos um portal especialmente para você. Somos um portal onde a política e o entretenimento divide espaço, para deixar você o dia inteiro muito bem informando sobre tudo o que rola nos bastidores da política, do entretenimento e até mesmo da economia.

POSTS RECENTES

FACEBOOK

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com